No dia a dia de uma clínica de Ortodontia, sempre aparecem muitas questões vindas dos pacientes. Já disse aqui, nesse mesmo espaço, sobre a campeã de todas as questões: “Quando tirarei meu aparelho?” – e hoje, gostaria de mencionar outra pergunta clássica: aparelhos ortodônticos estéticos são mais frágeis que aparelhos metálicos? Bracktes estéticos “caem” com maior facilidade que os metálicos?
Antigamente não tínhamos outra opção. Se você quisesse passar por um tratamento ortodôntico, teria que recorrer aos bracktes metálicos. Era o modelo standart,grandão, com base larga e sem nenhum outro atrativo. Inclusive, não existia a presença de elastics coloridos. Era o cinza e só!
Com o tempo os bracktes foram dimunindo de tamanho, surgiram outras opções de elastics até chegarem aos nossos dias: aparelhos metálicos nacionais de muito boa qualidade, com preços acessiveis e uma infinidade de cores em ligaduras elásticas, a ponto de alguns acharem que aparelho ortodôntico virou adereço de roupa:

Da mesma forma que as resinas compostas substituiram as restaurações em amálgama, surgiram há quase duas décadas os primeiros aparelhos ortodônticos estéticos. Realmente no início, tais bracktes (sobretudo os nacionais) não eram de boa qualidade. Amarelavam, quebravam haletas, não eram resistentes. Mas hoje em dia temos ótimas opções de aparelhos estéticos, inclusive os famosos aparelhos autoligados estéticos. Com materiais resistentes, os de safira se tornaram a sensação dos materiais estéticos para ortodontia

Independente do material escolhido, a Ortodontia está aí para servir aos pacientes. O que deve ser levado em conta é a seriedade com que cada caso deve ser tratado. Não dá pra encarar o tratamento como se o material e seus componentes fossem enfeites para roupas, tal qual naquela música que diz: “Com que roupa, eu vou?”
Tratamento ortodôntico é coisa séria e a colaboração do paciente mais importante ainda.